26 de julho de 2021

Nota de Repúdio contra a aprovação do Fundo Eleitoral

Repudiamos o aumento do fundão eleitoral de R$ 1,8 bilhão para o valor de R$ 5,7 bilhões aprovado na última quinta-feira, 15 de julho, pelo Congresso Nacional. Prevista na Lei de Diretrizes Orçamentárias, a mudança aprovada por deputados federais e senadores segue para sanção do presidente Jair Bolsonaro.

Em meio a todas as dificuldades que o povo brasileiro vem passando, com recursos limitados para saúde, educação, infraestrutura, segurança e demais áreas, é impensável que esse montante deixe de chegar a áreas essenciais para o cidadão apenas eleger – e reeleger – políticos insensíveis ao enfraquecido cenário fiscal do Brasil.

Não podemos admitir e aceitar que políticos façam o que bem entendam com nosso dinheiro para benefício próprio. Não é esse o propósito do imposto que pagamos. Somos absolutamente contra esta aprovação do fundo eleitoral. Parlamentares comprometidos com a destinação correta do dinheiro de quem os elegeu são cada vez mais necessários para Santa Catarina e para o Brasil. Continuaremos de olho não somente no papel fiscalizador da aplicação do dinheiro público, mas também nas reformas tributária e administrativa, e também como entidade representativa de uma classe essencial para a economia do país.

Carta aberta dos presidentes Nelson José Mohr – SESCON Blumenau, Darley Grando – SESCON Grande Florianópolis e Claudinei Bertotto – SESCON Santa Catarina.

Comentários

Deixe uma resposta

Icon mail

Mantenha-se atualizado

Cadastre-se e receba nossos informativos